para-ref@hotmail.com

LUZ

Disciplina,fé, perseverança,humildade,compaixão e fraternidade
Em exercício são degraus necessário,
E o esforço íntimo de renovação uma contante
Para aqueles que buscam a união com a Divina luz do amor

26 de jul de 2011



Não basta sentir a chegada dos dias lindos.
 É necessário proclamar:
"Os dias ficaram lindos"....


(Carlos Drummond de Andrade)
"Desperta teus sentidos para que não percas 
tudo de belo e formoso que te cerca. 
Apaga as cinzas da tua vida e acende 
as cores
que carregas dentro de ti."

Para encontrar a esperança é necessário ir além do desespero. 
Quando chegamos ao fim da noite, encontramos a aurora.
Georges Bernanos



"Todos podemos dar algo em favor do próximo; no entanto, muitos possuem em abundância e nada oferecem a ninguém...
A caridade mais oculta aos homens é, no entanto, a mais conhecida por Deus..."
Se, ao acordar, posso escolher uma roupa, posso escolher também o sentimento que vai vestir meu dia. Se, no percurso, posso errar o caminho posso também escolher a paisagem que vai vestir meus olhos. A mesma articulação que tenho para reclamar, tenho para agradecer. E, se posso me adornar com a alegria, não é a tristeza que eu vou tecer.
Falemos de amor na poesia Leve de "Um soneto", de Guilherme de almeida:


Ama, quieto e em silêncio. É tão medroso
o amor, que um gesto o esfria e a voz o gela.[/i]

Não. O amor não é medroso. O poeta brinca apenas com a vulnerabilidade dos sentidos ao emprestar "O eco" à vida:


Perguntei à minha vida:
- "Como achar a apetecida
felicidade absoluta?"
E um eco me disse: - LUTA!"

Lutei - "Como hei de a esta pena dar a cadência serena
que suaviza, embala e encanta?"

- "CANTA!"

Cantei. - "Mas, como, num verso,
resumir todo o universo
que em mim vibra, esplende e clama?"
então, o eco me disse:

- "AMA!"

Amei - "Como achar agora
a alma simples que eu pus fora
pelo prazer de buscá-la?"
O eco, então, me disse:

- "Cala!"

Calei-me. E ele, então, calou-se.
Nunca a vida foi tão doce...
Tudo é mais lindo a meu lado:
Mais lindo, porque calado.[/i]

Lutar, cantar, amar e calar... assim queria o poeta. Lutar para que os desvarios mundanos não roubem nossa sensibilidade. Cantar a canção da dor e a canção o amor. Cantar pelos que, empedernidos, já não conhecem os acordes. Cantar por aqueles que impedem a canção alheia. Cantar o silêncio dos que não têm voz ou vez. Amar como ação necessária de encontros e paisagens. Contemplamos o mundo para conhecê-lo e transformá-lo. E calar? Mas como calar diante das feridas abertas da injustiça e da destruição do nosso irmão? Calar para, como Maria, a mãe da esperança, escutar a boa nova, a missão e então agir...

... Paciência não como acomodação. Calar é contemplar o que precisa ser mudado para depois lutar, combatendo o bom combate, e depois cantar uma canção nova e aí, então, amar. E calar novamente. Sim, amigo, é no silêncio dos nossos porões que habitam muitas razões.

Ganhar ou perder são imagens que temos de momentos que vivemos e de pessoas com as quais nos surpreendemos. Não sei, amigo, se você tem medo das perdas que surgem por ái. Ou se a paciência já é convidada do seu alimento diário. persigo a paciência como persigo a inquietação; Não quero deixar as coisas como estão. Quero mudar o mundo, sim, e para isso presiso também da paciência. E da cumplicidade. Sozinho, sou incapaz de prosseguir, até porque os medos contemporâneos não me
Padre Fábio de Melopadr

A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a idéia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver.
Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existencia as mais diversas formas de sementes...
" O amor é provado no fogo, na dura experiência de dar a vida pelo outro. Caso contrário, não é amor; é ilusão. Você sabe que alguém o ama não pelo que ele fala, mas pelo que faz. Não adianta falar pro seu filho que o ama se seus gestos não correspondem a esse amor. Palavras sem gestos não edificam."
Uma Questão de Escolha


O coração anda no compasso que pode.
Amores não sabem esperar o dia amanhecer.
O exemplo é simples.
O filho que chora tem a certeza de que a mãe velará seu sono.
A vida é pequena, mas tão grande nestes espaços que aos cuidados pertencem.
Joelhos esfolados são representações das dores do mundo.
A mãe sabe disso. O filho, não. Aprenderá mais tarde, quando pela força do tempo que nos leva, ele precisará cuidar dos joelhos dos seus pequenos.
O ciclo da história nos direciona para que não nos percamos das funções.
São as regras da vida.
E o melhor é obedecê-las.
Tenho pensado muito no valor dos pequenos gestos e suas repercussões.
Não há mágica que possa nos salvar do absurdo.
O jeito é descobrir esta migalha de vida que sob as realidades insiste em permanecer.
São exercícios simples...
Retire a poeira de um móvel e o mundo ficará mais limpo por causa de você.
É sensato pensar assim.
Destrua o poder de uma calúnia, vedando a boca que tem ânsia de dizer o que a cabeça ainda não sabe, e alguém deixará de sofrer por causa de seu silêncio.
Nestas estradas de tantos rostos desconhecidos é sempre bom que deixemos um espaço reservado para a calma.
Preconceitos são filhos de nossos olhares apressados.
O melhor é ir devagar.
Que cada um cuide do que vê.
Que cada um cuide do que diz.
A razão é simples: o Reino de Deus pode começar ou terminar, na palavra que que escolhemos dizer.
É simples...

vida é igual garimpo.
Não se percebe o diamante
numa primeira olhada.
Por ser muito parecido
com o cascalho,
corre o risco
de ser jogado fora.
Cascalhos e diamantes se parecem.

A única diferença é que o diamante
esconde o brilho sob as cascas
que o revestem.

É preciso lapidar.
Pessoas são como diamantes.
Corremos o risco de jogá-las fora
só porque não tivemos
a disposição
de olhá-las para além
de suas cascas.

E então, desperdiçamos
grandes riquezas
no exercício
de alimentar pobrezas.
Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito,
num mundo que só nos dá um dia de cada vez,
sem nenhuma garantia do amanhã.

Enquanto lamentamos que a vida é curta,
agimos como se tivéssemos à nossa disposição
um estoque inesgotável de tempo.

Esperamos demais para dizer
as palavras de perdão que devem ser ditas,
para por de lado os rancores que devem ser expulsos,
para expressar gratidão, para dar ânimo,
para oferecer consolo.

Esperamos demais para ser generosos, deixando que a
demora diminua a alegria de dar espontaneamente.

Esperamos demais para ser pais de nossos
filhos pequenos, esquecendo quão curto é o
tempo em que eles são pequenos,
quão depressa a vida os faz crescer e ir embora.

Esperamos demais para dar carinho
aos nossos pais, irmãos e amigos.
Quem sabe quão logo será tarde demais?

Esperamos demais para ler os livros, ouvir as músicas,
ver os quadros que estão esperando para alargar nossa
mente, enriquecer nosso espírito e expandir nossa alma.

Esperamos demais para enunciar as preces
que estão esperando para atravessar nossos lábios,
para executar as tarefas que estão esperando para
serem cumpridas, para demonstrar o amor
que talvez não seja mais necessário amanhã.

Esperamos demais nos bastidores,
quando a vida tem um papel para desempenhar no palco.

Deus também está esperando
- esperando-nos parar de esperar.
Esperando-nos começar a fazer agora tudo aquilo
para o qual este dia e esta vida nos foram dados."
1 - Disciplinar os próprios impulsos.
2 - Trabalhar, cada dia, produzindo o melhor que pudermos.
3 - Atender aos bons conselhos que traçamos para os outros.
4 - Aceitar sem revolta a crítica e a reprovação.
5 - Esquecer as faltas alheias sem desculpar as nossas.
6 - Evitar as conversações inúteis.
7 - Receber no sofrimento o processo de nossa educação.
8 - Calar diante da ofensa, retribuindo o mal com o bem.
9 - Ajudar a todos, sem exigir qualquer pagamento de gratidão.
10 - Repetir as lições edificantes, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, perseverando no aperfeiçoamento de nós mesmos sem desanimar e
colocando-nos a serviço do Divino Mestre, hoje e sempre.
(Chico Xavier)
"Que eu lembre sempre que todos nós
fazemos parte dessa maravilhosa teia chamada vida, criada por alguém bem superior a todos nós!
E que as grandes mudanças não ocorrem por grandes feitos de alguns e, sim, nas pequenas parcelas cotidianas de todos nós!"
(Chico Xavier)
Uma pessoa em harmonia é
aquela que
sabe usar os ventos como
força para se impulsionar,
usar as ilhas para o
seu descanso na sua jornada,
apreciar o balanço das ondas em
todo seu encanto
e ao final da jornada abrir um
lindo sorriso e dizer...
A viagem valeu a pena !!
Oração do BOM DIA!!

Senhor,
meu primeiro pensamento nesta manhã
que começa se dirige para Ti,
que velaste meu sono
e assististe o meu despertar.

Tu moras nas alturas e habitas
bem no íntimo de minha vida.
E todo esse dia é Teu.

Consagro-Te agora
a jornada que começa.

Que meu trabalho seja fecundo
com o orvalho do teu amor
e a força da tua benção.

Em vão trabalham os homens
se Tu não os ampara.

Permite que eu possa responder claramente
a todos a respeito da esperança
que existe em mim.

Que todos aqueles que eu encontrar possam
receber uma palavra amiga de meus lábios,
um gesto acolhedor de minhas mãos e
uma oração sincera do meu coração.

Olha na mesa dos homens pobres
De que possam se alimentar para
recuperar as forças e
continuar a caminhada
da vida.

Que hoje à noite, eu possa estar novamente Contigo,
na intimidade, como alguém que reencontra um amigo,
para poder dar graças pelo dia que me deste.


Obrigada por mais este dia, Senhor!
Disseram
que não vencerás em teus empreendimentos;
que o teu doente querido está no clima da morte;
que atravessarás longa noite de provações;
que não mais encontrarás o trabalho que mais desejas;
que não te recuperarás de certas perdas sofridas;
que não realizarás os sonhos que acalentas;
que os entes amados distantes de ti nunca mais te voltarão ao convívio;
que o desgaste do corpo físico não mais te permitirá as realizações que tanto almejas;
que, por essa ou aquela falta, andarás sobre a Terra constantemente sobre pedras e espinhos.
Tudo isso disseram...
Entretanto, continua agindo e servindo, orando e esperando, porque as opiniões de Deus são diferentes.
(Emmanuel)
Não condenes.
Desculpa.
Esquece toda ofensa.
Quem te fere ou te espanca já tem a dor da culpa.
Não precisas punir quem já sofre por si.
Quem prejudica aos outros dilapida a si mesmo.
Ora e ajuda em silêncio a quem te bate ou humilha.
Para expiar os erros, bastar-nos-á viver.
(Emmanuel)
Não condenes.
Desculpa.
Esquece toda ofensa.
Quem te fere ou te espanca já tem a dor da culpa.
Não precisas punir quem já sofre por si.
Quem prejudica aos outros dilapida a si mesmo.
Ora e ajuda em silêncio a quem te bate ou humilha.
Para expiar os erros, bastar-nos-á viver.
(Emmanuel)
Queixas-te, por vezes, de “azar” ou “má sorte”.
Notas azedume e irritação nos outros, por onde vás.
Ignoramos se já sabes que somos espelhos uns dos outros.
Cada um de nós vê nos companheiros as imagens uns dos outros.
Mas não projetamos apenas a nossa imagem.
Arrojamos de nós, igualmente, as nossas disposições mais íntimas.
Se nos aproximamos de alguém, transportando alegria ou aborrecimento, simpatia ou aversão, a pessoa ou as pessoas que nos cercam passam, de imediato, a retratar-nos as disposições psicológicas.
Não te digas sem amigos e sem caminhos, à maneira de alguém que vive no mundo, diante de portas fechadas.
Acende a luz do sorriso na própria face e deixa que a bondade e a compreensão te orientem os modos e as palavras.
Trata aos outros como desejas que os outros te tratem.
Em seguida, observa os resultados.
(Emmanuel)
Ninguém, na Terra , escapa aos momentos de crise.
Agora é um prejuízo, depois, é a queda em erro.
Aqui, surge um desastre, mais além, é um desgosto.
Hoje, é a desilusão, ante um amigo que foge.
Amanhã, é a doença, logo após, é outra dor.
Mas, trabalha e prossegue.
Deus te guarda o melhor.
(Emmanuel)
A resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas.  
Mário Quintana
Decisões apressadas em assuntos de importância?
Espera um tanto mais.
Usar a chamada “franqueza” diante de alguém? Espera um tanto mais.
Formular reclamações tão- só no próprio interesse?
Espera um tanto mais.
Reagir impetuosamente contra isso ou contra aquilo?
Espera um tanto mais.
Enquanto se espera , é provável que muitas ocorrências venham a surgir em auxílio de nosso próprio esclarecimento.
(Emmanuel)
Quando conseguires ver a doença de quem odeia;
a ambição dos que se desmandam pela posse;
a febre dos que enlouquecem de paixão;
a angústia dos desesperados que renegam a própria fé;
e a mágoa de quantos se desequilibram nos hábitos infelizes,
não te sentirás com disposição de condenar a ninguém.
(Emmanuel)
Hospedaste conflitos do pensamento sem perceber e, por isso, te afliges.
Entretanto, asserena-te e espera.
Muitas das inquietações que te pungem o espírito não passam de nuvens formadas por tua própria imaginação.
A pessoa que te parece suspeita, qual se te fosse um adversário prestes a ferir-te, talvez esteja em tua área de ação, buscando auxiliar-te.
O desencanto experimentado terá sido provavelmente o meio de que se valeu a Sabedoria
Divina para livrar-te de tribulações futuras, cujo peso não suportarias de pé.
Aconteça o que acontecer, guarda-te em paz, oferecendo aos outros o melhor de ti, a fim de que os outros te ofertem o melhor de que disponham.
Ainda que fardos de sofrimento se te amontoem na vida, permanece firme em tua fé e em teu caminho, porquanto nenhuma tempestade, por mais arrasadora, te pode arrancar a
proteção de Deus.
(Emmanuel)
Na Terra, as pessoas fazem coisas sem pensar, ou muitas vezes, contrárias aos seus pensamentos mais íntimos.
Mas isto fica mascarado pela aprovação dos outros, pelos compromissos, pelas justificativas.
Os efeitos demoram pra aparecer.
Tem pensamentos que vão funcionando, quietinhos, e um dia, muitos anos depois, aparecem na forma de uma doença, ou de um bloqueio psicologico.
O pensamento é responsável pelo seu mundo emocional.
E as emoções são o sinal de que se vive bem ou mal.
Então, se vocês observarem que seus pensamentos geram emoções desagradáveis, é
preciso verificar o que é que há de errado com eles.
Será o excesso de preocupação?
Será a ilusão perigosíssima de tentar controlar os outros?
Será o medo de errar, de parecer incapaz?
A pretensão de ser infalível?
Será o medo de sofrer?
(Calunga)
Tanto quanto puderes, não participes de boatos ou de julgamentos precipitados, em torno de situações e pessoas.
Silencia ante quaisquer palavras agressivas que te forem dirigidas, onde estejas, e segue adiante, buscando o endereço das próprias obrigações.
Não eleves o tom de voz, entremostrando superioridade, à frente dos outros.
Não te entregues à manifestações de azedume e revolta, mesmo quando sintas, por dentro da própria alma, o gosto amargo dessa ou daquela desilusão.
Respeita a carência alheia e não provoques os irmãos ignorantes ou infelizes com a exibição das disponibilidades que os Desígnios Divinos te confiaram para determinadas aplicações louváveis e justas.
Ao invés de criticar, procura o lado melhor das criaturas e das ocorrências, de modo a construíres o bem, onde estiveres.
Auxilia para a elevação, abençoando sempre.
(Emmanuel)
Executa com alegria todas as tarefas.
As abelhas fazem mel, colhendo o pólen das flores; os pássaros cantam, entretecendo os ninhos que os acolhem.
Não te queixes da vida.
Tens agora aquilo de que mais necessitas para o teu aprendizado.
Não ambiciones trilhar o caminho alheio.
Em qualquer posição que ocupe, o homem não é poupado da luta.
Os que aparentam tranquilidade talvez estejam chorando por dentro.
Valoriza o teu corpo, os teus familiares, o teu trabalho, a tua experiência evolutiva.
Caso recebesses mais, talvez não soubesses o que fazer com tanto.
Um sorriso sincero opera prodígios.
Não agraves a tua prova com a melancolia.
(Irmão José)

(André Luiz)

Diante dos obstáculos, fazer o melhor e seguir para a frente.
Sempre desapontamos alguém e sempre alguém nos desaponta.
Assim como nem todos podem habitar o mesmo sítio,
nem todos conseguem partilhar as mesmas idéias.
Nunca explodir, gritar, irar-se ou desanimar e sim trabalhar.
Depois de um problema, aguardar outros.
O erro ensina o caminho do acerto e o fracasso mostra o caminho da segurança.
Toda realização é feita pouco a pouco.
Nos dias de catástrofe, nada de cólera ou de acusação contra alguém,
e sim a obrigação clara de repormos o comboio do serviço nos trilhos adequados e seguir adiante.
Quem procura o bem, decerto que há de sofrer as arremetidas do mal.
Plantar o bem, através de tudo e de todos, por todos os meios lícitos ao nosso alcance,
compreendendo que, se em matéria de colheita Deus pede tempo ao homem,
o homem deve entregar o tempo a Deus.

AMOR

Que teu amor transforme
Os teus dramas em luz
A tua tristeza em celebração,
E os teu passos cansados
em alegres passos de dança renovadora
Que jamais, em tempo algum,
Tu esqueças da presença que esta em ti e em todos os seres
que teu viver seja pleno

A PROCURA DA PAZ

Se tristeza vier por qualquer motivo,faça o seguinte:
Evite as sombras que ficaram para tráz, olhe o caminho a sua frente e siga sempre. Assopre o pensamento triste, deixe escorrer a última lágrima,vá até o final do poço, mas volte renovado. Então respire fundo tirando da natureza a energia para elevar sua alma. Abra então a janela, aquela que dá para o vôo dos pardais, procure a luz que pisca adiante. Ao encontrá-la, coloque-a dentro do peito,de tal jeito que possa ser notada do lado de fora; Espalhe esta luz em torno de si...
De amor a todas as criaturas vivas...
A felicidade é o seu objetivo... e a paz que você procura sera encontrada dentro de de você onde DEUS deixou um pedacinho de si.