para-ref@hotmail.com

LUZ

Disciplina,fé, perseverança,humildade,compaixão e fraternidade
Em exercício são degraus necessário,
E o esforço íntimo de renovação uma contante
Para aqueles que buscam a união com a Divina luz do amor

9 de jan de 2013

Nos momentos em que corri deixei de ver o nascer do sol, o sorriso de uma criança, o rio a cantar... Corri mas não saí do lugar, nem cheguei a lugar algum... Nos momentos de fuga, fugi de mim em busca do Eu, procurando os meus “comigo”, os meus “Eus” difusos, perdidos, inquietos, questionadores, desesperados...
Não os encontrei e perdi uma boa parte de mim... Nos momentos em que sumi, foi quando me procurei e me encontrei... Não como me quero, porém refeito, renascido, reflexivo....Achei-me só, pensativo, errante, não desesperado, mas só... Não é solidão, não estou só... Procuro atalhos para não enfrentar os caminhos que são amargos, tortuosos... Nos atalhos encontro a flor que se abre, um sol que vai nascendo, o vento, uma criança e viajo para um novo mundo onde a paz e a concórdia reinam mas o atalho é curto e volto ao caminho...Caminho e não me vejo... Procuro outros atalhos, não os encontro... Retorno ao caminho e tento seguir, mas não saio do lugar, muitos são os obstáculos nos caminhos da vida... Mas nos caminhos, entre atalhos, encontro amigos que me entendem ou fingem e me possibilitam ser menos pior do que acho que sou...Entre amigos, finjo-me feliz... Dou um beijo, um abraço, aproximo-me sem cerimónia, sento-me bem perto do outro e deixo-me ficar por algum tempo, sonho sem duvidar, deixo o sorriso acontecer, olho nos olhos, aponto um defeito, com jeito, seco uma lágrima que teima em cair, ouço uma historia ou muitas com atenção, escrevo uma carta, e-mail e envio, converso a sério, fiado, conto uma piada e riu, ajudo a resolver um problema, pergunto porquê, como vai, como tem passado, que tem feito de bom, que há de novo, presto atenção, sugiro um bom livro, um passeio, um bom filme e até um programa de televisão...Peço desculpas, digo muito obrigado, não tem importância, o que se há-de fazer, arranja-se uma maneira, tenta, de alguma maneira e, por tudo, encontro-me, acho-me e sou feliz....Angelo Josep
HARMONIA NA DIVERSIDADE

Meu amigo,
Deixa a cada ave o seu vôo!
Deixa a cada planta a sua forma!
Deixa a cada flor o seu colorido!
Deixa a cada essência o seu perfume!
Deixa a cada homem o seu gênio!
Deixa a cada alma o seu caminho às alturas!
Não penses que só o teu trilho seja bom!
Muitos são os caminhos que levam a Deus…
Onde quer que exista uma reta vontade – existe uma ponte para o infinito…

Procura preservar de falsos caminhos os homens – mas não tenhas por falsos todos os caminhos fora do teu!
Deus é Deus da plenitude – e não do vácuo…
Deus é o Deus da variedade – e não da monotonia…
Deus é amigo da evolução – e não da estagnação…

Quão tedioso seria o cenário da flora se todas as flores fossem rosas, lírios ou cravos!
Se todas as folhas das plantas tivessem a mesma forma e cor?
Quão enfadonha seria a fauna se só houvesse répteis, ou peixes, ou mamíferos!
Se houvesse, entre os seres de cada família, apenas uma forma anatômica!
Se todas as aves tivessem plumagem cinzenta, verde, vermelha ou azul?
Se todos os insetos fossem formigas, besouros ou vespas?
Se todos os quadrúpedes fosses cães ou cavalos?

Quão monótono seria o mundo mineral se todas as pedras preciosas fossem safiras, rubis, esmeraldas, diamantes ou topázios?
Se todos os metais fossem ferro ou cobre, ouro ou prata?
Quão desgracioso o firmamento noturno se todas as estrelas tivessem o mesmo tamanho e fossem dispostas simetricamente como um tabuleiro de xadrez?

Não queiras, ó homem, corrigir as obras de Deus…
Sabes tu por que vivem no mundo homens de todas as índoles? Caracteres múltiplos? Gênios versicolores?…
Se não existem duas plantas iguais – por que haveria duas almas iguais?

Todo homem é um ser original, inédito – um mundo por si, um cosmos à parte. Repleto de luz e de trevas, de alturas e abismos, de enigmas e mistérios…

Não queiras, pois, reduzir a fastidiosa monotonia o universo multiforme dos espíritos!
Não tentes substituir por um deserto de cinza unicolor essa fulgurante epopéia multicor!…
Deixa a cada um o caráter que Deus lhe deu – e o caminho que Deus lhe traçou!
Respeitam-nos outros a liberdade que reclamas para ti mesmo!

Estima o que é teu – tolera o que é dos outros!
Sê, no grande mosaico, a pedrinha que és – e deixa que os outros sejam também as pedrinhas que são!
Se todos fossem como tu, se tu fosses como os outros – morreria toda a beleza…

Beleza só existe onde reina harmonia na diversidade… Beleza é o esplendor da ordem…
Luz incolor – feita prisma unicolor…

(De “De alma para alma”, de Huberto Rohden)
Nosso coração é uma casa onde ninguém entra e sai, com ou sem nossa permissão, sem deixar marcas nas paredes. Muitos deixam marcas profundas de felicidade; outros deixam cicatrizes que marcarão nossa vida para sempre.

Letícia Thompson
PERDÃO É A CHAVE.
.
Perdoar não é esquecer.
mas é lembrar sem sentir dor
Ame a pessoa que te magoa
Ame e perdoe pelas decepções
e revoltas causadas por alguém
que foi injusto.
O mundo é de quem ama.
Exercite a capacidade de amar
A busca do dom do perdão
encontramos somente em Deus.
Somente Ele pode nos dar estes
lindos dons de amar e perdoar.
Se não os temos, não temos Deus.
Nem sequer O Conhecemos.
Não podemos doar aos outros
o que não buscamos para si mesmo.
Quem deflagra o amor dentro dos
nossos corações somos nós mesmos.
O Amor é antes de tudo uma decisão.

AMOR

Que teu amor transforme
Os teus dramas em luz
A tua tristeza em celebração,
E os teu passos cansados
em alegres passos de dança renovadora
Que jamais, em tempo algum,
Tu esqueças da presença que esta em ti e em todos os seres
que teu viver seja pleno

A PROCURA DA PAZ

Se tristeza vier por qualquer motivo,faça o seguinte:
Evite as sombras que ficaram para tráz, olhe o caminho a sua frente e siga sempre. Assopre o pensamento triste, deixe escorrer a última lágrima,vá até o final do poço, mas volte renovado. Então respire fundo tirando da natureza a energia para elevar sua alma. Abra então a janela, aquela que dá para o vôo dos pardais, procure a luz que pisca adiante. Ao encontrá-la, coloque-a dentro do peito,de tal jeito que possa ser notada do lado de fora; Espalhe esta luz em torno de si...
De amor a todas as criaturas vivas...
A felicidade é o seu objetivo... e a paz que você procura sera encontrada dentro de de você onde DEUS deixou um pedacinho de si.