para-ref@hotmail.com

LUZ

Disciplina,fé, perseverança,humildade,compaixão e fraternidade
Em exercício são degraus necessário,
E o esforço íntimo de renovação uma contante
Para aqueles que buscam a união com a Divina luz do amor

27 de jul de 2011

O tempo
A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.
Mário Quintana
Para ler e Meditar...

Para que minha vida se tranforme...

A mãe levou seu filho até um sábio e implorou-lhe:
- Mestre, por favor, diga a meu filho para não comer mais açúcar...

Fitando os olhos do menino, o mestre fez uma pausa e nada lhe disse. E, dirigindo-se a senhora, pediu-lhe que retornassem após duas semanas. No final do prazo dado pelo mestre, a mulher retornou com o menino. Então o sábio, olhando novamente nos olhos do garoto, disse-lhe:
- Não coma mais açúcar...

Agradecida, porém perplexa, a mulher perguntou:
 Mestre, por que o senhor me pediu duas semanas se poderia ter dito a mesma coisa quando eu vim aqui pela primeiroa vez?
E o sábio respondeu-lhe:
- Duas semanas atrás, eu ainda comia açúcar.
Nesse momento a mãe compreendeu a importância de viver aquilo que se aconselha. Para educar bem seu filho, precisava muito mais do que palavras: era necessário dar o exemplo.
Lembre-se: sua palavra só terá poder de transformação quando for vivida.

Oração a mim mesmo



Que eu me permita olhar, escutar e sonhar mais.
Falar menos, chorar menos.
Ver nos olhos de quem me vê a admiração que eles me têm e não a inveja que prepotentemente penso que têm.
Escutar com meus ouvidos atentos e minha boca estática as palavras que se fazem gestos e os gestos que se fazem palavras.
Permitir sempre escutar aquilo que eu não tenho me permitido escutar. Saber realizar os sonhos que nascem em mim e por mim e comigo morrem por eu não os saber sonhos.
Então que eu possa viver os sonhos possíveis e impossíveis; aqueles que morrem e ressuscitam a cada novo tempo, a cada nova flor, a cada novo calor, a cada nova geada, a cada novo dia.
Que eu possa sonhar o ar, sonhar o mar, sonhar o amar...
Que eu me permita o silêncio das formas, dos movimentos, do impossível, da imensidão de toda a profundeza.
Que eu possa substituir minhas palavras pelo toque, pelo sentir, pelo compreender, pelo segredo da coisas mais raras, pela oração mental (aquela que a alma cria e que só ela, alma, ouve e só ela, alma, responde).
Que eu saiba dimensionar o calor, experimentar a forma, vislumbrar as curvas, desenhar as retas, e aprender o saber da exuberância que se mostra nas pequenas manifestações da vida.
Que eu saiba reproduzir na alma a imagem que entra pelos meus olhos fazendo-me parte suprema da natureza, criando-me e recriando-me a cada instante.
Que eu possa chorar menos de tristeza e mais de contentamentos.
Que meu choro não seja em vão, que em vão não sejam minhas dúvidas.
Que eu saiba perder meus caminhos, mas saiba recuperar meus destinos com dignidade.
Que eu não tenha medo de nada, principalmente de mim mesmo: - Que eu não tenha medo dos meus medos!
Que eu adormeça toda vez que for derramar lágrimas inúteis, e desperte com o coração cheio de esperanças.
Que eu faça de mim um homem sereno dentro da minha própria turbulência, sábio dentro dos meus limites pequenos e inexatos, humilde diante das minhas grandezas tolas e ingênuas (que eu me mostre o quanto são pequenas as minhas grandezas e quanto é valiosa a minha pequenez).
Que eu me permita ser mãe, ser pai, e se preciso, ser órfão.
Permita-me ensinar o pouco que sei e aprender o muito que não sei, traduzir o que os mestres ensinaram, e compreender a alegria com que os simples traduzem suas experiências; respeitar incondicionalmente o ser; o ser por si só, por mais nada que possa ter além de sua essência, auxiliar a solidão de quem chegou, render-me ao motivo de quem partiu e aceitar a saudade de quem ficou.
Que eu possa amar e ser amado. Que eu possa amar mesmo sem ser amado; fazer gentilezas a quem me dá carinhos; fazer carinhos mesmo sem receber gentilezas.
Que eu jamais fique só, mesmo querendo ficar só.

Amém.

(Oswaldo Antonio Begiato)
Senhor, que és o céu e a terra, que és a vida e a morte!
O sol és tu e a lua és tu e o vento és tu!
Tu és os nossos corpos e as nossas almas e o nosso amor és tu também.
Onde nada está, tu habitas e onde tudo está - (o teu templo) - eis o teu corpo.
Dá-me alma para te servir e alma para te amar.
Dá-me vista para te ver sempre no céu e na terra,
ouvidos para te ouvir no vento e no mar, e mãos para trabalhar em teu nome.
Torna-me puro como a água e alto como o céu.
Que não haja lama nas estradas dos meus pensamentos
nem folhas mortas nas lagoas dos
meus propósitos.
Faze com que eu saiba amar os outros como irmãos e servir-te como a um pai.
Minha vida seja digna da tua presença.
Meu corpo seja digno da terra, tua cama.
Minha alma possa aparecer diante de ti como um filho que volta ao lar.
Torna-me grande como o Sol, para que eu te possa adorar em mim; e torna-me puro
como a lua, para que eu te possa rezar em mim;
e torna-me claro como o dia para que eu te possa ver sempre em mim e rezar-te e adorar-te.

Senhor, protege-me e ampara-me.
Dá-me que eu me sinta teu.
Senhor, livra-me de mim.

(Fernando Pessoa em "O Eu Profundo".)
"Eu sou um ser totalmente passional.
Sou movida pela emoção, pela paixão... tenho meus desatinos...
Detesto coisas mais ou menos...
Não sei conviver com pessoas mais ou menos...
Não sei amar mais ou menos...
Não me entrego de forma mais ou menos...
Se procura alguém coerente, sensata, politicamente correcta, cheia de moralismo...
ESQUEÇA-ME!
Se sabe conviver com pessoas intempestivas, emotivas, vulneráveis, amáveis...
ACOLHA-ME!
Se se assusta com esse meu jeito de ser...
AFASTE-SE!
Se quiser me conhecer melhor...
APROXIME-SE!
Se não não gosta de mim...
IGNORE-ME!
E quando eu partir...
NÃO CHORE!"


(Autora: Clarice Lispector)
GÊNESIS

Quero ser a pergunta e não a resposta, pra nunca perder a sede de aprender
e a humildade de reconhecer meu mais absoluto despreparo como ser humano.

Ah! como eu queria amar e ser amado para não sofrer
o revés de, ao ser um e não ser outro, morrer por ter um amor pela metade.
Só não quero escolher entre ser o antes e o depois, pois como Deus,
não teria esse delicioso e inesgotável prazer de não ter direito a escolha,
mesmo a errada, essa que tenho feito nos momentos mais delicados
de minha vida mas da qual, não me passa pela cabeça
qualquer arrependimento. Ou passa?
PEQUENOS VALORES DE VIDA...

Viver é acreditar no nascer e no pôr-do-sol
É ter esperança de que o amanhã será sempre o melhor
É renascer a cada dia
É aprender a crescer a cada momento
É acreditar no amor
É inventar a própria vida...

No decorrer desta vida, o prazer, a alegria, a tristeza,
a dor, o amor, desfilam em nossa alma
e em nosso coração deixando diferentes marcas.

São essas marcas combinadas
que formam a riqueza da nossa caminhada.
Um caminho onde o mais importante não é chegar
e sim caminhar.

Valorize todos os detalhes, todas as subidas e descidas, as pedras, as curvas, o silêncio, a brisa
e as montanhas deste seu caminho,
para que você possa dizer de cabeça erguida, no futuro:

Cresci
Chorei
Sorri
Caí
Levantei
Aprendi
Amei
Fui amado
Perdi
Venci
Vivi
E, principalmente, sou uma pessoa feliz!
Auto- estima

Amigos, a batalha da vida não é fácil para ninguém. Mesmo aos que
pareçam estar nadando em “um mar de rosas”, com riqueza e facilidades,
lembremos que vivemos fases diferentes,
e que muitos outros obstáculos surgem no caminho:
saúde, afectividade, equilíbrio íntimo, profissão, etc. Portanto,
lutas são factos comuns a todas as criaturas.

Infelizmente, a arte de saber conviver com os desafios naturais
da vida ainda não foi assimilada pela maioria das pessoas.
Daí nascem a rebeldia, a desesperança, a dúvida na Providência Divina
e em si mesmos. Eis o grande perigo...Quando a criatura
passa a duvidar de si mesma abre-se um abismo entre ela e a
conquista dos seus bons objetivos. Se abrirmos a porta de nosso
mundo íntimo à baixa auto-estima resvalaremos em perigosíssima postura.

É um caminho de derrotas, pessimismo, angústia e baixo-estima.
Realmente temos defeitos, somos “ruins” em muitas coisas,
existem pontos fracos em nós, há pessoas melhores do que nós em
algo que pensávamos ser o “n° 1”, mas isso é normal, pois
acontece com toda a gente, inclusive àqueles que parecem estar
nas melhores posições. A diferença está na forte auto-estima
que aprenderam a cultivar.

Nós somos os maiores amigos e maiores inimigos de nós mesmos,
ao mesmo tempo. Se não confiarmos em nossas próprias capacidades
não adiantará ajuda externa, pois nada dará certo. Temos a maior
parte do material necessário às vitórias em nosso mundo interior.
O restante vamos absorvendo pela vida.
Ergamo-nos! É hora de levantar a nossa auto-estima!

Joamar Zanolini Nazareth

Desabafos






Espero que a vida nunca deixe de me sorrir
Mesmo que por vezes eu não entenda
...A forma como ela sorri de volta
Espero que aquilo que nos afasta
Nunca seja superior aquilo que nos une
Espero que algures no meu caminho
Hajam pedras pra que eu possa tropeçar
Pois só assim
Saberei dar valor às conquistas que vierem depois
Espero que a minha alma
Nunca seja demasiado pequena para acolher
Quem vier por bem
Espero que o rancor que às vezes
Me põe um gosto amargo nos lábios
Nunca me iniba de dizer Amo-te seja a quem for
Espero que a vida me conserve os sentidos intactos
Até ao fim dos meus dias
Para que em dias como hoje
Eu veja beleza na chuva que cai
Recorde o cheiro a pão saído de um forno de lenha
Lembre com lágrimas nos olhos
O olhar terno de quem só me fez bem e me criou...
Que me conserve o ouvido
Para que todas as manhãs
Eu possa ouvir minhas filhas dizerem "Amo-te mãe"
E que me conserve o tacto
Para que em dias como hoje
Eu possa afagar teu rosto e teus cabelos
Te segurar no meu colo
Te encostar no meu peito
E com os olhos toldados pela emoção te possa dizer "Está tudo bem"
Espero ainda que no final quando a vida se cansar de mim
Venha de braço dado com a morte
De forma suave
Pois todos temos de partir um dia
Mas que esse dia tarde ainda
Pois enquanto a vida me der um, só um, motivo para eu sorrir
Eu vou querer estar aqui
Chorando ou rindo, não importa
Mas rabiscando numa folha em branco
Sentimentos como estes
Saudade
Tristeza
Solidão
Carinho
Amor
Paixão
Desejo
E até
Melancolia
Mas que no fundo são parte de mim
E no meio de tantas outras emoções
Todos estes e muitos mais
são apenas desabafos
de uma alma que cansa
Mas não desarma....


26-05-2011 São Reis
"Reparte com o próximo os valores que transportas no espírito.
Aquele que verdadeiramente serve, distribui sem nunca empobrecer-se."

(Emmanuel)
Todos nós temos um jardim com variadas cores e perfumes.
Nosso coração é esse jardim,
e as flores são as pessoas que amamos.
Tenho um jardim com tantas flores.
Lindas,perfumadas.
E quando a pessoa tem a alma de flores, ela é sorridente,
discreta, bela por fora e por dentro!
Ela fala palavras carinhosas firmes e confortadoras.
Ela dá colo e um abraço apertado de segurança.
Alma perfumada é você!
Uma mistura de flores, que enfeita o meu jardim.

- Leslie Bravin -
Quando for amar
ame o mais profundo
 que puder de todo o coração.
Quando for falar fale o que
realmente for necessário
Quando for sorrir procure sorrir
com os olhos e com o coração
Quando pensar em desistir
não desista.
Quando for abraçar abrace
com carinho
Quando precisar de ajuda não se envergonhe em pedir
socorro
Quando sentir raiva de uma pessoa peça luz em oração a ela
Quando tentar algo de novo na sua vida Tente para valer arrisque-se mude
e Viva intensamente Deus está velando por todos nós!
Acenda sua luz interior,
a luz da sabedoria e da bondade. 
Dedique alguns  minutos de seu dia à meditação,
porque o homem iluminado não
encontra trevas em seu caminho.
Por onde passa, a luz se irradia
de si mesmo, atingindo todos os
que lhe estão perto.
Todas as soluções estão na sua mente.
Recursos não lhe faltam.

Em qualquer situação, busque o Deus que se aloja no seu íntimo.
Ele lhe indicará o caminho
a seguir. 
Sua mente alimenta-se dos bons pensamentos.
Estes atraem a Deus e fazem
surgir a solução. 
Acredite-se capaz. Não dê guarida a idéias negativas.
Elas complicam. Só o pensamento positivo esclarece.
Sentir-se capaz de resolver
qualquer problema
dá a alegria de viver
com segurança.
Certas coisas não se
explicam.
Não existem palavras
que as descrevam ou
soluções que as resolvam.
Sentimentos, gestos,
sonhos e sorrisos.
A alma entende e a

boca cala.
Guardamos na memória
lembranças daqueles
que souberam nos

conquistar.

AMOR

Que teu amor transforme
Os teus dramas em luz
A tua tristeza em celebração,
E os teu passos cansados
em alegres passos de dança renovadora
Que jamais, em tempo algum,
Tu esqueças da presença que esta em ti e em todos os seres
que teu viver seja pleno

A PROCURA DA PAZ

Se tristeza vier por qualquer motivo,faça o seguinte:
Evite as sombras que ficaram para tráz, olhe o caminho a sua frente e siga sempre. Assopre o pensamento triste, deixe escorrer a última lágrima,vá até o final do poço, mas volte renovado. Então respire fundo tirando da natureza a energia para elevar sua alma. Abra então a janela, aquela que dá para o vôo dos pardais, procure a luz que pisca adiante. Ao encontrá-la, coloque-a dentro do peito,de tal jeito que possa ser notada do lado de fora; Espalhe esta luz em torno de si...
De amor a todas as criaturas vivas...
A felicidade é o seu objetivo... e a paz que você procura sera encontrada dentro de de você onde DEUS deixou um pedacinho de si.