para-ref@hotmail.com

LUZ

Disciplina,fé, perseverança,humildade,compaixão e fraternidade
Em exercício são degraus necessário,
E o esforço íntimo de renovação uma contante
Para aqueles que buscam a união com a Divina luz do amor

16 de fev de 2012

A Ilha dos sentimentos

Era uma vez uma ilha, onde moravam todos os sentimentos: 
a Alegria, a Tristeza, a Sabedoria e todos os outros sentimentos. 
Por fim o amor.

Mas, um dia, foi avisado aos moradores que aquela ilha iria afundar.
Todos os sentimentos apressaram-se para sair da ilha.
Pegaram seus barcos e partiram. 

Mas o amor ficou, pois queria ficar mais um pouco com a ilha,
antes que ela afundasse. Quando, por fim, estava quase se afogando,
o Amor começou a pedir ajuda.


Nesse momento estava passando a Riqueza, em um lindo barco.

O Amor disse:
- Riqueza, leve-me com você.
- Não posso. Há muito ouro e prata no meu barco. Não há lugar para você.
Ele pediu ajuda a Vaidade, que também vinha passando.
- Vaidade, por favor, me ajude.
- Não posso te ajudar, Amor, você esta todo molhado e poderia estragar meu barco novo.
Então, o amor pediu ajuda a Tristeza.
- Tristeza, leve-me com você.
- Ah! Amor, estou tão triste, que prefiro ir sozinha.
Também passou a Alegria, mas ela estava tão alegre que nem ouviu o amor chamá-la.

Já desesperado, o Amor começou a chorar. Foi quando ouviu uma voz chamar:

- Vem Amor, eu levo você!
Era um velhinho. O Amor ficou tão feliz que esqueceu-se de perguntar o nome do velhinho. 
Chegando do outro lado da praia, ele perguntou a Sabedoria.
- Sabedoria, quem era aquele velhinho que me trouxe aqui?
A Sabedoria respondeu:
- Era o TEMPO.
- O Tempo? Mas porque só o Tempo me trouxe?
- Porque só o Tempo é capaz de entender o "AMOR"."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AMOR

Que teu amor transforme
Os teus dramas em luz
A tua tristeza em celebração,
E os teu passos cansados
em alegres passos de dança renovadora
Que jamais, em tempo algum,
Tu esqueças da presença que esta em ti e em todos os seres
que teu viver seja pleno

A PROCURA DA PAZ

Se tristeza vier por qualquer motivo,faça o seguinte:
Evite as sombras que ficaram para tráz, olhe o caminho a sua frente e siga sempre. Assopre o pensamento triste, deixe escorrer a última lágrima,vá até o final do poço, mas volte renovado. Então respire fundo tirando da natureza a energia para elevar sua alma. Abra então a janela, aquela que dá para o vôo dos pardais, procure a luz que pisca adiante. Ao encontrá-la, coloque-a dentro do peito,de tal jeito que possa ser notada do lado de fora; Espalhe esta luz em torno de si...
De amor a todas as criaturas vivas...
A felicidade é o seu objetivo... e a paz que você procura sera encontrada dentro de de você onde DEUS deixou um pedacinho de si.